O QUARTO BRANCO

Uma história de quarentena

João Marcos Adede y Castro

Sinopse:
Em ambiente todo branco, absolutamente impessoal, o personagem acorda sem saber quem é e porque está ali. Parece um quarto de hospital, mas ninguém fala com ele. O personagem dorme e sonha com uma vida que não sabe se é a sua, e ali permanece entre o sonho e o pesadelo, amarrado à cama a maior parte do tempo, sem contato com pessoas e sem explicações. 

Sente dor, medo e muito frio, odeia a cor branca que o rodeia e a ausência de lembranças sobre quem é, qual a sua profissão e se tem amigos e familiares. 


A partir de determinado ponto de sua internação, tem raros momentos de comunicação escrita com enfermeiros, que também não lhe informam os motivos de estar ali. E a ausência de vida representada pela cor branca do quarto continua lhe perseguindo.

Quando recebe alta, não fala, não caminha e não sabe quem é, vai para uma casa que não reconhece como sua e fica aos cuidados de pessoas estranhas, algumas muito preocupadas com seu bem-estar e outras apenas em tirar proveito de sua mente confusa e de sua aparente riqueza material.

Pouco a pouco, vai adquirindo conhecimento, através de relatos de outras pessoas, de sua vida passada e percebe que apenas existiu fisicamente, porque suas relações humanas eram desastrosas. Desiste de recuperar sua vida passada resolve construir uma vida nova, através de relações honestas e carinhosas com as poucas pessoas que o cercam. 


Um romance de dor, sofrimento e construção de uma vida nova, um personagem denso e humano, que passava pela vida sem viver e que, agora, tem de aprender a andar, a falar e a se relacionar com as pessoas, como se tivesse nascido de novo. Manda pintar o seu quarto de verde, pois essa é uma cor viva, com pássaros voando e animais em movimento. E a vida começa, do zero.

O Autor:
João Marcos Adede y Castro é formado em Direito e Mestre pela Universidade Federal de Santa Maria, Doutor em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade del Museo Social Argentino, Promotor de Justiça aposentado, Advogado, membro e Presidente da Academia Santa-Mariense de Letras, autor de mais de trinta livros jurídicos sobre direito ambiental, direito eleitoral, direito processual civil, romances e centenas de artigos jurídicos, cronista do Diário de Santa Maria e Revista Statto, e foi professor universitário por mais de quinze anos. E-mail para contato: adedeycastro@hotmail.com

1.png

Apoio cultural: Adede y Castro Advogados Associados