Buscar

Pedi o desligamento da água mas a CORSAN continuou me cobrando, e agora?

Entende o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul que a cobrança realizada pela CORSAN após a formalização do pedido de supressão de água é indevida.





Tendo quitado todos os débitos com a CORSAN, após o consumidor pedir a interrupção do serviço de abastecimento de água, não pode a empresa seguir cobrando a taxa básica e realizar novas leituras do hidrômetro em que não houve consumo.



Entende ainda o tribunal que após o pedido de cancelamento do serviço, deve a CORSAN interromper imediatamente o abastecimento.





O débito pode ser desconstituído judicialmente, e, se houver inscrição em SPC ou SERASA, é devida indenização por danos morais. POST: Fui inscrito indevidamente no SPC e no Serasa, e agora?




Tiago Adede y Castro é advogado (OAB/RS 96.782) é sócio e advogado no escritório Adede y Castro Advogados em Santa Maria - RS

© 2017 por Adede y Castro Advogados Associados

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle